Para que e para quem serve o assim chamado progressismo de Luiza Trajano? , por Patrick Oliveira (*)

Acerca da situação do problema Em setembro de 2021, em lista elaborada pela revista estadunidense Time, a empresária Luiza Helena Trajano apareceu entre as 100 pessoas mais influentes do mundo, com um empolgado texto de apresentação assinado por Lula, ressaltando-a como “uma mulher empreendedora que busca construir um Brasil melhor”. O movimento pró-vacinação de LuizaContinuar lendo “Para que e para quem serve o assim chamado progressismo de Luiza Trajano? , por Patrick Oliveira (*)”

Soco no Estômago, por Thomás Cordeiro (*)

A “mão invisível” do mercado dita a política agrícola do governo Bolsonaro enquanto a fome é a realidade do povo A economia brasileira inicia 2022 de maneira alarmante, com a diminuição da renda e a alta de preços intensificando o sofrimento diário dos trabalhadores. Sem perspectivas de melhoras significativas desde a crise de 2015-2016, oContinuar lendo “Soco no Estômago, por Thomás Cordeiro (*)”

Mutirão Audiovisual, por Luiz Claudio Motta Lima (*)

Mutirão é uma palavra que vem do Tupi com o significado de trabalho coletivo para uma finalidade de benefício comunitário. Geralmente após a realização destes trabalhos se tem uma comemoração com comidas e bebidas diversas. Nos Subúrbios Cariocas essa prática é bastante comum, seja na construção de uma casa, ou qualquer outra atividade que exijaContinuar lendo “Mutirão Audiovisual, por Luiz Claudio Motta Lima (*)”

Três anos de política econômica da hecatombe: a carne mais barata do mercado segue sendo a negra[1], por Jaime León (*)

Crises. Esta talvez seja a palavra que mais venha à mente da observadora ou do observador que se dedique a realizar uma análise de conjuntura sobre os três anos de governo de Jair Bolsonaro até aqui. A crítica da economia política demanda que o caráter “natural” da vida social seja refutado e que uma explicaçãoContinuar lendo “Três anos de política econômica da hecatombe: a carne mais barata do mercado segue sendo a negra[1], por Jaime León (*)”

A reunião: um filme-poema para transpor a pandemia, por Julia Levy (*)

Partindo de debates na atividade extensionista Oficina de Poesia e Crítica Social e no Laboratório de Estudos Marxistas (LEMA) do Instituto de Economia, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde foram abordados trabalhos acadêmicos e artísticos, elencamos o filme A REUNIÃO, do realizador audiovisual carioca André Sandino, para analisar o momento brasileiro:Continuar lendo “A reunião: um filme-poema para transpor a pandemia, por Julia Levy (*)”

A privatização dos Correios: salvação da empresa ou destruição de patrimônio social?, por Ian Gois (*) e Ana Monteiro (**)

No dia 5 de agosto, a Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 591/2021, que dispõe sobre a exploração pela iniciativa privada de todos os serviços postais. O PL, que agora passará pelo Senado, abre caminho para um processo de privatização da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT). Com a aprovação da pauta naContinuar lendo “A privatização dos Correios: salvação da empresa ou destruição de patrimônio social?, por Ian Gois (*) e Ana Monteiro (**)”

É “só” sobre estátuas? Uma reflexão sobre a contestação do poder no Brasil pelo escravizado colonial e neoliberal, por Patrick Oliveira (*)

 “Para aqueles que dizem que a gente precisa ir por meios democráticos, o objetivo do ato foi abrir o debate. Agora, as pessoas decidem se elas querem uma estátua de 13 metros de altura de um genocida e abusador de mulheres” Paulo Galo O abolicionista baiano Luiz Gama nos ensinou que toda morte de senhoresContinuar lendo “É “só” sobre estátuas? Uma reflexão sobre a contestação do poder no Brasil pelo escravizado colonial e neoliberal, por Patrick Oliveira (*)”

SUBÚRBIO EM TRANSE: cineclube e resistência na pandemia, por Julia Levy (*)

No dia 15 de julho de 2021 apresentamos na 2ª edição do Festival do Conhecimento da UFRJ, a live do painel temático: SUBURBIO EM TRANSE: cineclube e resistência na pandemia, em comemoração aos quatorze anos de trabalho desse coletivo audiovisual carioca.   Atuantes desde 2007, o tempo tem mostrado o quão diversa, complexa e importanteContinuar lendo “SUBÚRBIO EM TRANSE: cineclube e resistência na pandemia, por Julia Levy (*)”

Os dilemas da luta por uma sexualidade emancipada nos tempos da pós-modernidade, por Matheus Fernando Sadde(*).

A luta contra a modernidade e o capitalismo contemporâneo. Vivemos num mundo em transformação. O capitalismo parece se reproduzir numa contínua crise estrutural. O trabalho humano se encontra ainda mais subjugado às formas de dominação e controle por parte do capital e o atual padrão do processo de trabalho apropriador da dimensão cognitiva do trabalhoContinuar lendo “Os dilemas da luta por uma sexualidade emancipada nos tempos da pós-modernidade, por Matheus Fernando Sadde(*).”

Os sete pecados capitais

Gabriel Leocadio Pobreza esbanjação em ouro soco em Pele, luxúria de forma vertiginosa Pecado carnal, limbo da alma, vertigem oca e presa cama asquerosa suja em verde lodo sangue Podre – escorre Afaga Maria Malta Prazer Espreguiçar na rede Comendo deliciosa sobremesa Vivendo a luxúria fundamental de trepar com a língua Com a soberba pútridaContinuar lendo “Os sete pecados capitais”